Eu odeio essa parte.

E agora, o rádio é tudo que temos para ouvir. Nós não nos falamos desde que nos separamos, é tão ultrapassado. Está frio lá fora, mas entre nós está pior. O mundo desacelera, mas meu coração bate rápido agora.
Eu sei que esta é a parte em que o fim começa. Não posso continuar com isso, eu achava que éramos mais fortes, mais o máximo que fizemos foi ir levando, e isso foi um erro.
Tudo escapou por entre os nossos dedos, tudo mesmo. Não quero mais tentar!
O que nos restou foi o adeus... Eu odeio essa parte. Não posso suportar suas lágrimas...
Todos os dias, a mesma velha cena se repetia, parecia que estavamos sempre na mesma rotina, eu tive que tomar essa decisão, precisava falar com você antes de irmos dormir.

Mas será que você conseguiu dormir depois que eu te disse o que estava me machucando?

Eu sei que você me pedirá para aguentar mais uma vez e continuar como se nada estivesse
acontecendo, mais não há mais tempo para mentiras, pois eu vejo o pôr-do-sol em nossos olhos.
Não posso continuar com isso.
(De Nicole Scherzinger, por Leandro Henrique)

A derrota do monstro.

Essa não poderia ser a forma certa de dirigir, de seguir o caminho. Surpreendentemente eu soube, eu senti. Eu desperdicei a minha chance de dormir e acordar sabendo que tenho você. A vida foi generosa comigo, e eu sei que vou lhe encontrar na mesma forma de antes. Eu sei!

Vilarejo.

O dia de hoje foi tão esperado que por um instante eu pensei que a ansiedade iria me matar.
Final de semana entre família na casa da minha amada e querida Vovó.
Cidadizinha tão pequena que uma festa é capaz de reunir toda a população, e ainda sobrar cadeira e cerveja.
Talvez la não seja um lugar ideal para muita gente, mais concerteza pra mim será. Não quero me lembrar de nada, de ninguém. É tão bom sentir a energia de uma casa tão abençoada... Seria hipocrisia minha perder tempo pensando em problemas.


Como se diz Marisa Monte:

"...lá o mundo tem razão
Terra de heróis, lares de mãe
Paraiso se mudou para lá

Lá o tempo espera
Lá é primavera
Portas e janelas ficam sempre abertas
Pra sorte entrar
Em todas as mesas, pão
Flores enfeitando
Os caminhos, os vestidos, os destinos..."


Espero que todos estejam felizes e otimistas como eu, afinal, o mundo não para.
Bom Final de Semana!
Abraço a todos.

Depende de você.

Para Popeye, cuja ausência do espinafre não lhe impede de lutar e vencer:

Antes que o frio termine, dê o melhor de você, nada irá te deter a não ser as intervenções divinas.
É a sua vez de ganhar ou perder. Não se hesite mais. Não espere, você é você!
Abra sua mente e veja como eu. Organize seus planos, você é livre. Crie asas.
Olhe dentro do seu coração e você vai encontrar o amor. Ouça a música que está tocando nas rádios, e talvez cante ela comigo. Aprenda a gostar das melodias que trazem paz.
É um direito seu amar, mais faça por onde ser amado!
Não há necessidade de complicar, o nosso tempo é curto. Este é o seu destino. Eu sou seu.
Fique algum tempo se olhando no espelho, e veja no que você esta se transformando...
Isso te agrada?
Enquanto você olhar o seu reflexo, se caso o seu hálito embaçar o vidro, faça desse momento uma coisa divertida: desenhe um rosto feliz com o dedo, e ri!
Faça de tudo para que você possa entender melhor as coisas.
Liberte-se da tristeza e vá com ritmo.
O seu nome é a sua virtude.
Você é forte, lembra?
(De Jason Mraz, por Leandro Henrique.)

É tempo de me fazer, eu sei.

Afastarei de você com o gesto mais duro que conseguir,
e direi duramente que seu amor não me toca nem me
comove, e que sua precisão de mim não passa de fome.
Acho que é isso que você não é capaz de compreender,
que as pessoas, um dia, passa á não querer mais o que tem.

E a gente esquece sabendo que está esquecendo.
(Caio F. Abreu)

Os Ombros Suportam o Mundo.

Chega um tempo em que não se diz mais: meu Deus.
Tempo de absoluta depuração.
Tempo em que não se diz mais: meu amor.
Porque o amor resultou inútil.
E os olhos não choram.
E as mãos tecem apenas o rude trabalho.
E o coração está seco.

Em vão mulheres batem à porta, não abrirás.
Ficaste sozinho, a luz apagou-se,
mas na sombra teus olhos resplandecem enormes.
És todo certeza, já não sabes sofrer.
E nada esperas de teus amigos.

Pouco importa que venha a velhice, afinal, o que é a velhice?
Teus ombros suportam o mundo
e ele não pesa mais que a mão de uma criança.
As guerras, as fomes, as discussões dentro dos edifícios
provam apenas que a vida prossegue
e nem todos se libertaram ainda.
Alguns, achando bárbaro o espetáculo,
prefeririam (os delicados) morrer.
Chegou um tempo em que não adianta morrer.
Chegou um tempo em que a vida é uma ordem.
A vida apenas, sem mistificação.
(Carlos Drummond de Andrade)

Sinto dor: estou vivo.

'Eu queria que não fosse assim, que não
tivesse sido assim. Mas não consegui evitar.
A semente recusava-se a vir à tona,
eu nem sempre tinha tempo ou vontade de regá-la,
e não chovia mais. Foi isso que aconteceu.'
(Caio F. Abreu)

O Que Me Importa.

O que me importa seu carinho agora
Se é muito tarde para amar você
O que me importa se você me adora
Se já não há razão para lhe querer

O que me importa ver você sofrer assim
Se quando eu lhe quis você nem mesmo soube dar amor

O que me importa ver você chorando
Se tantas vezes eu chorei também
O que me importa sua voz chamando
Se pra você jamais eu fui alguém

O que me importa essa tristeza em seu olhar
Se o meu olhar tem mais tristezas pra chorar que o seu

O que me importa ver você tão triste
Se triste fui e você nem ligou
O que me importa o seu carinho agora
Se para mim a vida terminou
(Marisa Monte)

Cotidiano.

Por aqui as coisas andam em seu devido lugar. Pelo menos é o que eu acho.
Faculdade anda apertada, e até sujeito a reprovações (que barra).
A luta também continua. Paciência e força parece aumentar a cada dia. Quem bom!
Boas energias está solta pelo ar, e isso me tranquiliza.
No momento estou lendo "A CABANA", livro bastante positivo, e concerteza você não vai se arrepender de compra-lo. Ótimo! (Obrigado Gued's pela exelente escolha.)
Esse tempinho frio de Junho é um combinação perfeita para um bom vinho e um lasanha,não acha?

Abraço a todos.

Existe sempre um pouco de nada.

É que na verdade eu nunca pensei que eu tivesse isso dentro de mim. Cada dia que passa eu consigo aumentar mais e mais tudo isso, pena que dentro de mim tudo tende a piorar, mais é sempre irrelevante. Pelo menos pra mim! A vontade de voltar no tempo é sempre grande, mais se o tempo passou e nada prevaleceu é porque não foi bom, e hoje a busca primordial seria para isso. Eu venho acendendo a lareira, e tudo esta agitado por aqui. Esse tempo que nos resta, o que vale a pena é prosseguir. Por mais cansado que eu esteja, eu preciso esta ao lado dele, eu preciso ser a sua razão, e acima de tudo, a sua fortaleza. Depois de DEUS é claro! A paciência tem sido a minha arma, e que arma...
Tenho medo do que possa acontecer, mais acho que nem espaço pra isso tenho mais. É tudo tão diferente e estranho que chega a parecer surreal.
Eu gosto da nossa vida de brinquedo, e até sinto vontade de brincar as vezes, mas será que ainda temos tempo suficiente pra montar aquela nossa casinha de baralho?
Eu torço por você... Por nós... E acredito que ele está olhando para todos, sempre!

Tudo pra você.

E todas as músicas de amor que eu já fiz, eu fiz pra você.
E todos os filmes de amor que eu já vi passar, passaram pra você.

É, você esta em todos os momentos que eu vivo, e que eu desejo.

Você impregnou na minha carne, nos meus sonhos, e agora não tem volta, eu preciso te viver.

E todas as flores que eu já vi desabrochar
, desabrocharam pra você.
E todos os beijos mais apaixonados que eu guardei, foram guardados pra você.


Contam nossa história, de tristezas e glórias.

O poema mais bonito que eu já li, e todas as músicas, filmes, flores e beijos…
Foram pra você!

A história precursora da fábrica.

Todos vêm me perguntando qual o meu intuito para a criação desse blog, diante disso, segue abaixo minha justificativa para as devidas dúvidas:

Sempre fui uma pessoa cheia de idéias, sempre tive uma mente ativa e muita vontade de me comunicar. Mas como sempre temos o outro lado, eu também tenho. O lado tímido e amedrontado que nunca me deixou colocar em prática nada disso. Sempre tive medo e receio de me expressar, sempre achei que não seria bom o suficiente com as palavras.

Comecei então a ler alguns blogs e achei tão fascinante o poder que esses simples diários eletrônicos possuem. Alguns contam histórias pessoais, outros passam informações sobre uma determinada questão, outros apenas fazem fofocas de celebridades ou do grupinho de amigos do clube, escola, faculdade, enfim. E apesar de serem diversos e incomuns, alguém sempre se identifica com algumas delas, tem sempre um que te cativa e que te prende.

Isso me fascinou um pouco. Eu não sei se sou capaz de fascinar alguém com palavras, com textos criados, pensamentos vagos. Mas resolvi arriscar. Espero que eu tenha sorte, e que consiga dizer o que alguém queira ouvir. Concerteza aqui não é o melhor lugar do mundo, mais certamente algo eu vou poder lhes ensinar. Nem que seja uma palavra!

Soneto de Fidelidade

De tudo ao meu amor serei atento
Antes, e com tal zelo, e sempre, e tanto
Que mesmo em face do maior encanto
Dele se encante mais meu pensamento.

Quero vivê-lo em cada vão momento
E em seu louvor hei de espalhar meu canto
E rir meu riso e derramar meu pranto
Ao seu pesar ou seu contentamento

E assim, quando mais tarde me procure
Quem sabe a morte, angústia de quem vive
Quem sabe a solidão, fim de quem ama

Eu possa me dizer do amor (que tive):
Que não seja imortal, posto que é chama
Mas que seja infinito enquanto dure.
(Vinicius de Moraes)

Cannonball.

There's still a little bit of your taste in my mouth
Still a little bit of you laced with my doubt
It's still a little harder to say what's going on

There's still a little bit of your ghost, your witness
Still a little bit of your face I haven't kissed
You step a little closer each day
That I can't say what's going on

There's still a little bit of your song in my ear
There's still a little bit of your words I long to hear
You step a little closer to me
So close that I can't see what's going on

Medo.

Duas estradas se bifurcaram no meio do meu caminho.
Ouvi um sábio dizer-me: "Siga a menos usada."
Por comodismo, uma parte de mim pensou em permanecer
na mesma estrada: velha, suja, e cheia de buracos.
Mas ao mesmo tempo, a outra parte quer desbravar
o novo. Mais tenho medo de coisas novas, como faz?
MEDO!


Dia feliz.


FELIZ DIA DOS


NAMORADOS

PARA TODOS,

PRINCIPALMENTE

PRA VOCÊ!

Frio como o fogo.

As tuas palavras não se cumpriram (não para mim). Ainda estou aqui te esperando. E sabe de uma coisa? Eu ainda te observo pela fresta que sobrou de nós dois. Não por amor, não por gostar, não por prazer. Mas sim por amar (sentimento este que nem eu sei o que é). Eu ainda te espero na minha cama, sabia?
E seja la em qual for a morada que eu estiver, você vai estar. Nem que seja raramente, mais vai!
O seu gelo me queimava mais que fogo, mais hoje, eu nem me importo mais.
Eu quero seu bem, e sinto falta do que não tive!

PS.: saudade de quando você me desenhava.

Das coisas que trago de você.

...uma parte de mim é governada por você. De uma forma ou de outra estaremos sempre ligados, nem que seja pelas nossas semelhantes cicatrizes, e isso me faz bem, pois de um jeito normal e diferente eu tenho você dentro de mim, através de marcas, sendo elas: boas e/ou ruins. Mas tenho.


O vento.

Tenho por princípios
nunca fechar portas,
mas como
mantê-las
abertas
o tempo todo
se em certos
dias o
vento quer derrubar
tudo?

Presente.

Existe algum presente melhor que um livro?
Obrigado por fazer meus dias mais divertidos.
Love u a lot!
(Gued's)

Cores, tons.

"Enquanto um lutou num

mundo com muitos


tons de cinza, o outro é

principalmente preto


e branco. O bom senso é

tão natural para mim


que eu nem consigo

perceber o dom que isso


representa."

Eu sou uma formiga.

Eis que uma força celestial encoraja, mais o resto decepciona muito.
Andei, corri, pedi socorro, e nada disso foi útil (pena!).
Uma pessoa do lado de fora de uma floresta, consegue saber o que se passa dentro dela?
Ah, se todos soubessem o que acontece de verdade em uma floresta, ninguém julgaria as formigas, certeza!
Existe tempos bons e ruins, tempos de erros e de acertos, tempos de glória e guerra; e todos esses períodos são compostos de aprendizado, de conquista e força.
Mas que direito tem, uma pessoa dizer com toda convicção, o que verdadeiramente é uma formiga?
Eis que para alguns, uma formiga é sinonimo de dor (principalmente as que picam), eis que para outras uma formiga é sinonimo de força, existe também um outro grupo que afirma que as formigas não passa de um inseto.
Mais enfim, as formigas entre si, se entendem, se amam, se toleram, e até sofrem umas pelas outras.
Essas formigas são muito secretas, elas não revelam os seus sentimentos. Mas acima de tudo elas se amam, e ate gosta de ficarem perto uma das outras. É uma pena que elas estejam tão cansadas e com fome.

Laços.

Alegria é vida.

Não se deixe dominar pela tristeza, nem se aflinja com preocupações. Alegria do coração é vida para o homem, e a satisfação lhe prolonga a vida. Anime-se, console o coração e afaste a melancolia para longe. Pois a melancolia já arruinou muita gente, e não serve para nada. Inveja e ira encurtam os anos, e a preocupação faz envelhecer antes do tempo. Coração alegre favorece o bom apetite e faz sentir o gosto da comida.
(Eclesiástico 30:21-25)

Partes de você.

Uma parte de você está em prantos, uma parte de você comemorando. É de lua, é de maré, me quer bem e mal me quer. Uma parte de você me vê distante, uma parte bem de perto e ofegante... Quem sabe quando, um dia, um beijo, algum desejo despertar, um pedaço desse amor que está faltando...

Conteúdo sem escolhas.

Essa rotina já está estressante
Não aguento mais beber refrigerante
O meu pulmão sabe que eu sou fumante
Vive pedindo trago a todo instante
Vou confessar uma coisa pra você
Só fui um dia e parei de correr
A minha barba voltou a crescer
Amor vem logo ou você vai ver

Vou voltar pra sacanagem, pra casa de massagem
Ali sempre foi meu lugar
Já tava com saudade das velhas amizades
Hoje eu vou me embreagar

Tu chega logo ou vai se arrepender
Vou fazer festa lá no meu apto
Pensando bem vou falar pra você
Se não vier vai ter cine prive
Eu não renego mais o meu passado
Não vou pagar mais de bom namorado
Pensando bem já tô mais sossegado
Posso guardar todo amarrotado.

Era pouco, mais era seu.

"Eu quis tanto ser a tua paz, quis tanto que você fosse o meu encontro. Quis tanto dar, tanto receber. Quis precisar, sem exigências. E sem solicitações, aceitar o que me era dado. Sem ir além, compreende? Não queria pedir mais do que você tinha, assim como eu não daria mais do que dispunha, por limitação humana. Mas o que tinha, era seu."
(Caio F. Abreu)